Pages

Seguidores do Rey

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Saudades.



A gente cresce e deixa tanta coisa pra trás. Amigos, amores, manias, costumes, rotina, é tanto blá, blá, blá... Mas a família a gente nunca deixa, nunca desapega apesar de tantos pesares é ela quem nos cria pro mundo, ela quem nos dá colo, suporte, crescimento. Eu nunca teria saído de casa, até porque nunca precisei, sempre tive de tudo. TUDO (em Caps Lock) mas se eu pudesse voltar esse tempo todo que eu estive fora de casa, eu faria tudo de novo, talvez com a mesma intensidade, ou talvez não. Sei lá. Dá saudade, é triste, mas é tão bom. A gente deixa tanta, mas tanta futilidade de lado que quando a gente olha pra trás a gente ri, e às vezes até de desespero. Cresci tanto fora, mas tanto que eu tenho orgulho de mim. Estou contente, feliz não, mas REALIZADO por inteiro. 


Sinto falta do meu espaço, de onde eu cresci, chorei, me tranquei, sobretudo dei gargalhadas intensas que hoje me deixa saudades.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...