Pages

Seguidores do Rey

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Quem passa por aí...



Já me encontrei com uma arma na cabeça, já me vi com pílulas na mão, já sonhei também em tudo ser em vão, como eu já sonhei que eu era um vão. Já me vi com risos incontroláveis, já me intoxiquei com fumaças, já passei mal de soluçar por tanto rir, também já solucei de tanto chorar. Já me vi sem lágrimas para derramar, sem ter a quem amar, sem ter a quem buscar. Já me vi inúmeras vezes sem saída, já senti na pele o que é ser sozinho no mundo, já senti a dor da morte, já vi a morte de perto, já morri uma vez, quis morrer de novo, porque morrer é confortável. Já me senti virado pelo avesso, e depois descobri que o avesso pode ser o meu lado certo. Já distorci verdades, já inventei mentiras, já quebrei, já fui quebrado, já bati, já apanhei, já quis procurar alguém do passado, já senti a falta do mesmo, mas preferi seguir em frente e acreditar no presente e desconfiar do futuro. Já me arrependi de coisas que eu fiz, e até mesmo das que eu não fiz, já vomitei por sentir náuseas, já tive um coração quebrado, já quebrei corações, já acreditei no para sempre e talvez ainda acredite, acredito no amor, acredito em mim, desconfio você, desacredito de Deus, mas acredito que todos temos de ter uma crença. Porque nós, bem lá no fundo, precisamos acreditar em algo nem que seja para fazer a vida fazer sentido. Mas até que ponto é preciso suportar certas coisas para fazer com que algo, aqui, agora, lá na frente, ou amanhã, talvez dê certo?! A gente sempre acha que vai morrer, mas depois passa. Passa e aí se torna suportável. Porque vence quem passa por aí vencendo esses altos e baixos da vida com um belo sorriso estampado na rosto, mesmo que com o coração em pedaços e em ruínas por dentro.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...